Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Textos » E assim começou o movimento cigano no Brasil.....1º parte

Textos

E assim começou o movimento cigano no Brasil.....1º parte

HISTÓRICO DA UNIÃO CIGANA DO BRASIL

No ano de 1986, Mio Vacite foi convidado com seu grupo musical para tocar no lançamento do livro “O Povo Cigano” de Cristina da Costa Pereira realizado no Paço Imperial – Praça XV no Rio de Janeiro.
No ano de 1987, durante um encontro de descendentes ciganos, ciganólogos e antropólogos, Mio Vacite foi convidado pelas seguintes autoridades em ciganologia: Dr. Oswaldo Macedo (renomado neurologista), Antônio Guerreiro (maestro da PUC), Ani Ragari (advogada), Liane Duarte (psicóloga do estado) e a escritora Cristina da Costa Pereira para presidir e liderar o Centro de Estudos Ciganos (CEC), o primeiro movimento cultural do gênero no Brasil e conseqüentemente na América Latina.
Este evento, que teve a duração de uma semana, foi realizado na “Casa de Cultura Rui Barbosa”, onde houve diversas palestras, exposição de artesanatos ciganos, e a apresentação de shows com o grupo Encanto Cigano, de Mio Vacite. É importante registrar que essa foi a primeira apresentação oficial dos ciganos após o Brasil Colonial, onde foram oficialmente declarados como os “Festeiros da Corte”. A realização deste evento fez com que Mio Vacite recebesse uma carta do então presidente da República José Sarney parabenizando-o pelo evento.
Em 1988, Mio Vacite administrou palestras e realizou shows ciganos no Espaço Cultural Sérgio Porto para o relançamento do livro “O Povo Cigano” segunda edição. Neste mesmo ano, no dia 29 de Agosto, convidado pela Universidade do Rio de Janeiro (UNI-RIO), Centro de Ciências Humanas e a Escola de museologia, levando mais de cem peças de acervo cultural, montou durante uma semana um mini-museu, administrando palestras acompanhadas de show de música e dança cigana para divulgar a Cultura Cigana.
Em 1989, Mio Vacite participou da semana cultural da Mostra Cigana realizada no Centro Cultural do Banco do Brasil.
O Mestre Aurélio Buarque de Holanda, num gesto de dignidade, demonstrando um respeito impar ao Código dos Direitos Humanos, a pedido de Mio Vacite, Após vários protestos em programas de televisão e reportagens para que se retirasse do dicionário o significado pejorativo que classificava a palavra “Cigano” como “velhaco, trapaceiro e comerciante de objetos subtraídos”, Para surpresa nossa, em 1988 ao se verificar na terceira edição do dicionário, essas palavras foram mudadas. Anteriormente era na íntegra:
2ª edição – CIGANO: S.M.I. indivíduo de um povo nômade, provavelmente originário da índia e emigrado em grande parte para a Europa central, de onde se disseminou. Povo este com Código ético próprio e que se dedica à música, vive de artesanato, de ler a sorte, barganhar cavalos etc... “sin. Boêmio, guitano”
FIG. Individuo arredio, de vida incerta.
FIG. Individuo trapaceiro, velhaco.
FIG. Vendedor ambulante. Um dos carneiros de guia, ADI. Errante, nômade, ladino, astuto, trapaceiro.
Atualmente, após retificações em 1988 – 2ª edição – 6ª impressão, esta é a integra do verbete:

CIGANO: S.M.I. indivíduo de um povo nômade que tem um Código ético próprio, vive de artesanato, de ler a sorte, e se dedica à música: homem de vida incerta.
No período entre 1988 e 1990, após muito trabalho e graças à divulgação de shows e de exposições promovidas por Mio Vacite e seu grupo “Encanto Cigano”, foi conseguido um espaço, exclusivamente para os ciganos acamparem no município de Itaguaí no estado do Rio de Janeiro, sendo o primeiro terreno doado a ciganos no Brasil e conseqüentemente na América Latina pelo prefeito Abeilard Goulart.
Nos meados de 1990, antes de se retirar da presidência do Centro de Estudos Ciganos, Mio Vacite solicitou uma sede para o CEC, sendo que esta foi doada no período em que o mesmo já não se encontrava mais na presidência da entidade. Entretanto, por problemas internos, o Centro de Estudos Ciganos não teve interesse em receber a doação, voltando o mesmo para o Estado. Após um ano, o CEC, não conseguiu mais se manter, havendo sua dissolução logo em seguida.
Devido à divergência de opiniões e por não estar disposto a apenas estudar a história cigana, Mio Vacite se desligou do CEC, vindo a fundar neste mesmo ano a União Cigana do Brasil, com a proposta de resgatar, moralizar e preservar a cultura desse povo, esclarecendo suas tradições e revertendo a imagem preconceituosa advinda da desinformação, que tanto prejudica a interação dos ciganos com as variadas sociedades.
A União Cigana do Brasil é uma entidade reconhecida como representante da cultura cigana no Brasil pela Internacional Roma Federation, INC que é filiada à ONU - Organização das Nações Unidas.
Desde de sua fundação, a União Cigana do Brasil vem lutando pela possibilidade de um desenvolvimento sustentável das famílias ciganas em consonância com as especificidades históricas e contemporâneas, garantindo os direitos à titulação e a permanência na terra, à documentação básica, alimentação, saúde, esporte, lazer, moradia adequada, trabalho, serviços de infra-estrutura e previdência social, entre outras políticas públicas destinadas à população brasileira.
A maior prova dessa luta foi a compreensão e o apoio do Parlamento da Terra e da Associação Protetora do Folclore Brasileiro durante o evento internacional ECO 92, realizado no Rio de Janeiro, quando o grupo artístico-musical Mio Vacite e o Encanto Cigano foram convidados a participar, demonstrando a cultura cigana através da música. Este convite veio através de uma carta do então ministro da justiça Nelson Jobim, indicando a União Cigana do Brasil para participar do evento.
Com esse trabalho pioneiro, os ciganos passaram a ser mais bem aceitos e respeitados, não somente por sua tradição musical, mas também por sua nacionalidade, em igualdade de condições com outras etnias que residem no Brasil.
Nesta trajetória, rastreiam-se as imagens de uma equação pautada no desafio e na ousadia destinados à promoção da igualdade racial, a partir de programas e medidas de cunho político e administrativo, visando, coletivamente, a inclusão social, na certeza de que está se construindo o novo e produzindo, assim, coesão em torno de uma agenda nacional que estabeleça acordos para promover a cidadania numa longa e contínua caminhada.

Estamos sempre abertos a entrevistas e palestras a fim de levarmos ao conhecimento da comunidade tudo sobre nossa etnia. Difundimos nossa história promovendo encontros onde disseminamos o conhecimento e a informação sobre nossa raça, aumentando assim o respeito mútuo entre os mais variados grupos sociais. Trabalhamos de forma aberta não só em benefício de ciganos e seus descendentes, mas também a todos os grupos étnicos das mais variadas sociedades.
ATIVIDADES


1986

- Em 21 de Maio Mio vacite e seu grupo participaram do lançamento do livro “O Povo Cigano” de Cristina da Costa Pereira realizado no Paço Imperial – Praça XV no Rio de Janeiro.
- Em 2 de Setembro, Mio Vacite e seu Grupo, deram início ao movimento cultural cigano com participação em vários eventos, em Santa Teresa, na residência de Cristina da Costa Pereira.

1987

- Em 22 de Abril Mio Vacite liderou, como presidente do CEC, o primeiro movimento cultural cigano oficializado no Brasil e conseqüentemente na América Latina, que teve a duração de uma semana e foi realizado na “Casa de Cultura Rui Barbosa”.

1988

- Em 27 de Abril Mio Vacite e seu grupo administraram palestras e realizou shows ciganos no Espaço Cultural Sérgio Porto para o relançamento do livro “O Povo Cigano” segunda edição.
- Em 29 de Agosto Mio Vacite e seu grupo, convidado pela Universidade do Rio de Janeiro (UNI-RIO), Centro de Ciências Humanas e a Escola de museologia, levando mais de cem peças de acervo cultural, montou durante uma semana um mini-museu, administrando palestras acompanhadas de show de música e dança cigana para divulgar a Cultura Cigana.
- Em 18 de Dezembro Mio Vacite e seu grupo realizaram o Natal Místico em frente às Furnas no Bairro de Botafogo no Rio de Janeiro com palestras sobre a origem dos ciganos e show de música e dança folclórica cigana.
- O Mestre Aurélio Buarque de Holanda, num gesto de dignidade, demonstrando um respeito impar ao Código dos Direitos Humanos, a pedido de Mio Vacite, mudou em seu dicionário o sentido pejorativo dado à palavra Cigano.

1989

- Em 23 de Maio Mio Vacite participou da semana cultural da Mostra Cigana realizada no Centro Cultural do Banco do Brasil.
- Em Maio, após muito trabalho e graças à divulgação de shows e de exposições promovidas por Mio Vacite e seu grupo, foi conseguido um espaço, exclusivamente para os ciganos acamparem no município de Itaguaí no estado do Rio de Janeiro.
- Fernando Gabeira promete a liberação do Paço Imperial para os ciganos fazerem suas festas pelo menos uma vez por ano e estudar a possibilidade de a rádio Roquete Pinto vir a ter um programa utilizando a própria língua cigana para divulgar a cultura.
- Em 27 de Setembro Mio Vacite e seu grupo se apresentam no Planetário da Gávea no evento “Mio Vacite e Sua Música Cigana”.
- Em 13 de outubro Mio Vacite e seu grupo se apresentam no Grajaú Tênis Clube no evento “Uma noite de Magia Cigana”.
- Em 24 de Outubro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participa do Projeto “Tradição Popular” de músicas e danças folclóricas realizado no Centro de Letras e Artes da Universidade do Rio de Janeiro fazendo com que a cultura cigana passasse a fazer parte do folclore popular.
- Entre os dias 22 e 25 de Novembro Mio Vacite e seu grupo se apresenta na Pousada do Rio Quente no evento “Pousada Mística” levando sua cultura até Goiás.

1990

- Em 25 de Março a União Cigana do Brasil participou do projeto IBAMBINI no Teatro do IBAM divulgando a cultura e tradições ciganas.
- De 5 a 8 de Abril foi feita a Mostra Cigana no Museu do Ingá. Mio Vacite se apresentou em shows feitos no museu do Ingá em Niterói, no qual houve exposições e documentários sobre a participação dos ciganos no Brasil Colonial. Nesta exposição estava presente o carnavalesco do G.R.E.S. Viradouro, Max Lopes.
- Do dia 15 a 31 de Maio a União Cigana do Brasil realizou uma mostra cigana com filmes seguidos de debates, shows de música e dança por Mio Vacite e o Encanto Cigano e o relançamento do livro “Os Ciganos continuam na estrada” de Cristina da Costa no Centro Cultural do Banco do Brasil.
- Em 31 de Maio recebeu a homenagem do programa “Raças, Ritos e Magias” pela Dr. Dulceia Silva (mãe Ceinha) transmitido pela Rádio Metropolitana do Rio de Janeiro pelos serviços prestados a Cultura Cigana.
- Em 27 de Julho a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza Show no Auditório das Furnas.
- Em 22 de Setembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza festa cigana em Jacarepaguá na ABANERJ (Campestre).
- Em 29 de Setembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza Show no Clube Duerê em Pendotiba - Niterói
- Em 21 de Outubro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza Show “A magia do povo Cigano” no teatro do IBAM
- Em 28 de Outubro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza o segundo Show no Clube Duerê em Pendotiba - Niterói
- Em 8 de Dezembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza Show beneficente em benefício do Recanto Infantil N. Sra da Conceição.

1991

- Mio Vacite convidou a autora Glória Perez, a pedido de uma amiga em comum, para assistir a cerimônia do casamento de um de seus filhos, pois a mesma demonstrou interesse pela cultura cigana. Mais tarde, inspirada pela experiência, a autora procurou Mio Vacite e comunicou que gostaria de escrever uma novela baseada na cultura cigana, e pediu ao mesmo a sua orientação e a colaboração de seu grupo Encanto Cigano. Esta novela foi ao ar na emissora Rede Globo de Televisão, com o título de “Explode Coração” no ano de 1995.
- Em 5 de Março Mio Vacite recebe da prefeitura de Niterói um espaço no final da praia de Charitas para montar uma tenda cigana onde, com sua família, ficaram acampados por dois meses divulgando a Cultura Cigana com palestras e Shows. O sucesso foi tanto que, a pedido da população local através de um abaixo assinado contendo mais de 600 assinaturas, o evento foi prorrogado por mais seis meses. O carnavalesco do G.R.E.S. Viradouro, Max Lopes voltou a encontrar Mio Vacite, e tendo se interessado pelo papel histórico dos ciganos no Brasil, o carnavalesco fez perguntas a respeito dos trabalhos desenvolvidos pelos ciganos na época. Max Lopes considerou a possibilidade deste tema para seu desfile e voltou a procurar Mio Vacite para pedir emprestado os documentos que se referiam a esta participação, os levou a junta das escolas de samba e o tema foi aprovado, com o nome de: “E a Magia da sorte chegou”, prestigiando desta forma a cultura cigana na maior festa do mundo.
- Em 29 de Abril a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano se apresentou no Plenário da Câmara Municipal de Niterói em Tributo a poeta Sissa Schultz dos projetos “Magia Cigana”
- Em 4 de Maio Mio Vacite e o Encanto Cigano fazem “A Noite do Encanto Cigano” no Grajaú Tênis Clube
- Em 9 de Maio Mio Vacite foi homenageado pelo seu comparecimento em uma reunião plenária registrada como serviço relevante prestado ao Rotary Club de Niterói.
- Em 19 de Maio a União Cigana do Brasil é agraciada com um diploma de reconhecimento da Secretária de Lazer, Esporte e Turismo pela contribuição da Tradição e Cultura trazida a Niterói pelo povo cigano.
- Em 23 de Maio Mio Vacite e seu grupo Encanto Cigano se apresentam no Rotary Clube sendo aplaudidos de pé.
- Ainda em Maio a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano fez um workshop de dois dias no Piggly Viggly em São Francisco – Niterói com Shows, desfiles de roupas ciganas e presença de alguns líderes da raça.
- A União Cigana do Brasil foi convidada pela Secretária Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, através do Sr. Deputado Amir Haddad responsável pelo evento organizado na praça Mahatma Gandi, a se apresentar com o grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano nas comemorações dos festejos de fim de ano representando a Cultura Cigana no Brasil.

1992

- Em Fevereiro Mio Vacite e sua família desfilou pela Unidos do Viradouro divulgando a Cultura Cigana no Carnaval.
- Em 25 de Abril a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano faz o espetáculo “Noite Cigana” marcando a estréia da programação do novo Clube da Barra da Tijuca o Canal 110.
- Em 16 de Maio a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano promove a festa “La Noche Gitana” em comemoração ao dia da terra.
- Em 2 de Junho Mio Vacite se apresentou levando a Cultura cigana até o ECO 92.
- De 1 a 15 de Junho participou como conferencista na Conferência Preparatória do Parlamento da Terra.
- Em 20 de Junho a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano se apresentou levando a cultura até a Casa de Portugal de Teresópolis.
- Em 28 de Junho a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza o 1º encontro de Magia aplicada e Ciências Esotéricas no Teatro do IBAM.
- Em 10 de Julho realizou show beneficente em benefício à Associação APADA realizado no Clube Canto do Rio na cidade de Niterói.
- Em 11 de Julho a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano se apresentou levando sua cultura no 1º Fórum Esotérico para o Terceiro Milênio no AABB de Niterói.
- Em 23 de Julho Mio Vacite e o Encanto Cigano se apresentam novamente no Clube Canal 110.
- Em 4 de Setembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano apresenta o Show “Mio Vassicht e o Encanto cigano” em Teresópolis no Rio de Janeiro divulgando a cultura cigana
- Em 11 de Setembro Mio Vacite e o Encanto Cigano se apresentaram na festa do 32º aniversário da associação APCEF/DF
- Em 22 de Setembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participou de show em beneficio a Associação Cristã Amor ao Próximo realizado pela Associação Niteroiense de escritores.
- Em 30 de Setembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participou de show beneficente em prol do projeto “Criança Sadia, Vovô Companheiro”.
- Em 15 de Outubro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano promove evento aberto ao público em um sítio na Taquara divulgando a verdadeira cultura cigana.
- Em 13 de Novembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participa do lançamento oficial do Centro de Estudos Esotéricos e Holísticos da Universidade Estácio de Sá (CEHO)
- De 18 a 27 de Novembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participa da III Feira Esotérica no Riocentro.
- Em 5 de Dezembro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participa do lançamento da agenda cigana - 1993
- Após tomar conhecimento das condições precárias em que se encontravam os cinqüenta índios que residiam na Casa do Índio, Mio Vacite decidiu promover shows beneficentes, que foram realizados nos dias 11 e 12 de dezembro, arrecadando um total de cr$ 13.320.000,00 (treze milhões e trezentos e vinte mil cruzeiros), recursos oriundos da venda de convites, da cartomancia e quiromancia realizado pelos moradores da associação da Casa do Zumbi.
- Ainda em Dezembro União Cigana do Brasil através de Mio Vacite e sua família participam da gravação do especial de fim de ano da Xuxa ao ritmo da música “Baila, Baila”.

1993

- Em 30 de Janeiro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza a 1º Noite Cigana no Jequiá Iate Clube na Ilha do Governador.
- Em 10 de Abril a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano realiza uma apresentação de divulgação da cultura cigana na Casa de Cultura Laura Alvim.
- Em 29 Maio Mio vacite participou da 2º Festa Cigana no Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, chamada “SOS Cabo Afonso” da polícia militar do Rio de Janeiro, para arrecadar fundos para a compra de uma perna mecânica, pois o mesmo havia perdido a perna devido à diabetes.
- Em 30 de Julho a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano participa da festa “Pão de Açúcar das Crianças” no Pão de Açúcar.
- Em 12 de Setembro realizou show beneficente em prol da “Creche Mãos Amigas Ismália D’Arc”.
- Em 25 de Setembro realiza a 3º festa “A Mística das Músicas e Danças Ciganas e Árabes” no Teatro do IBAM.
- Do dia 12 a 13 de Outubro a União Cigana do Brasil através do grupo Mio Vacite e o Encanto Cigano se apresenta divulgando a cultura cigana no Teatro Ziembinsky.

Documentos anexados

Visualizações: 26.397
Gostou?! Então vote!
  • 8 pessoas votaram Sim
  • 0 pessoas votaram Não

Este conteúdo tem 1 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

  1. Twispemiamele comentou:
    em 15.09.2012 às 21:49

    http://viagra-cialis-pharmacie.com/ generxpill cialis générique prix cialis 20mg cialis generique en pharmaceutique

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo