Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Autores » Tânia Pedrosa

Autores

Tânia Pedrosa

MACEIO - AL
Cadastrado em: 15/11/2007

Tânia de Maya Pedrosa nasceu em 1933 em Maceió, Alagoas. Formada em Direito, cursou Letras (Francês) e fez vários cursos de literatura e artes em geral. Pintora naïf, foi várias vezes premiada, participou e foi curadora de várias exposições no Brasil, na França e na Suíça. Tem obras expostas em museus e embaixadas e tem sido citada por seu trabalho em diversas publicações especiais.Tem uma vida cultural intensa, escreve artigos para revistas e publicações diversas. Dedicou-se à pesquisa, é colecionadora de arte popular norte-nordestina, já publicou dois livros a respeito - Arte Alagoas I e II - e possui um dos acervos particulares mais representativos de arte popular nordestinaA artistaTânia iniciou sua carreira como pintora naïf no começo da década de 90, tendo porém mantido sua pintura escondida durante anos até que amigos a convenceram a enviar duas telas de sua autoria ("Devoções Populares" e "Crenças Populares") para participar da Bienal Naïf de 1998 em Piracicaba, promovida pelo SESC/SP.Seus dois trabalhos não só foram selecionados como também receberam o Prêmio Aquisição pela tela "Devoções Populares", que passou a fazer parte do acervo do SESC e foi a capa do catálogo desta mesma exposição, lançado também em 1998.Desde então participou de inúmeras exposições no Brasil e no exterior e foi premiada mais três vezes nas Bienais Naïfs do Sesc/SP, tendo recebido seu último prêmio na Bienal no ano de 2006.Depoimento"Tânia de Maya Pedrosa é uma guardiã de tesouros. A sua vida tem sido uma sucessão de descobertas inclusive a descoberta de si mesma, como apreciada artista plástica. O seu olhar está sempre voltado para uma das fortuna das Alagoas: a nossa arte popular, que é ao mesmo tempo o espelho e o sonho de um povo, o dia da festa e a noite do canto e da dança. Nas pinturas, esculturas e objetos que Tânia de Maya Pedrosa soube acumular, conferindo-lhes a hierarquia de um museu real, a criação artística, anônima ou portadora do selo de uma autoria, testemunha o que o homem tem de mais belo e nobre, no seu trajeto terrestre: o fazer criativo."Ledo Ivo, poeta alagoano, membro da Academia Brasileira de Letras. PrêmiosBienal Naïfs - Sesc - Piracicaba - São PauloPrêmio Aquisição1998 Bienal Naïfs - Sesc - Piracicaba - São PauloPrêmio Destaque2000 Seleção Bienal Sesc - Piracicaba - São Paulo2002 Seleção para o 32 Concours International - Galerie d'ArtKasper - Morges - SuíçaMaio 2003 Bienal Naïfs Sesc - Piracicaba - São PauloPrêmio Aquisição2006 ArtigosRevista Création Franche - Número 17, página 9Artigo da crítica de arte Ceres Franco"Artistes Brésiliens d'inspiration popuraire: Les naïfs"França Junho 1999 Revista Raw Vision - Número 40, página 6"Outsider Art - Art Brut Contemporany - Folk Art - Marginal Arts"Inglaterra2002 Bulletin de L'Association Les Amis de François Ozenda - Petit Artiste Peintre - Número 72, Volume 1, páginas 103, 104 e 105"Le Monde Mystique et Exotique de Tânia de Maya Pedrosa"França2002 Artigo no Catálogo da Exposição no "Centre Regional d'Art Contemporain"Château du Trembley - Fontenoy - França2002 Catálogo da Exposição do Museu de la Creation FranchéFrançaSetembro 2003 Gazeta Galeria Pro - Arte KasperCrítica de Jeanine RivaisMorjes, Suiça Janeiro 2004 IlustraçõesCapa do Catálogo da Bienal Naïfs - Sesc - PiracicabaSãoQuadro "Devoções Populares" - Prêmio AquisiçãoIlustrações nas páginas 19, 90 e 1031998 Capa do livro "Festa da Padroeira"Autoria: Manouel Henrique de Melo Santana e Eleusa MariaCorreia CordeiroEdições Catavento2000 Ilustração do livro "Usina Santa Amália" ( A saga do Coronel Laurentino Gomes de Barros) Autor: Humberto Gomes de Barros (Ministro do STJ)Parte do quadro "Devoções Populares" - Romaria a Padre CíceroPágina 11 - Edições Dédolo2000 Ilustração do livro "Brasil Naïf", de Lucien Finkelstein (Presidente e fundador do Museu Internacional de Arte Naïf do Brasil - MIAN) Editora Nova Direção - páginas 33 e 1992001 Capas do catálogo e convites da Exposição "M'an Jeanne et ses invités", no Centre Regional d'Art Contemporain" Quadro "Devoções Populares" e ilustrações nas páginas 16, 17 e 18 (do cat álogo)Château du Trembley - Fontenoy - França2002 Ilustração do artigo "Outsider art - Art brut - Contemporany - Folk art - Marginal arts" Revista Raw Vision, número 40, página 6Londres, Inglaterra2002 Revista Artension, número 6"Voir et aimer l'Art d'aujourd'hui"Afiche M'an Jeanne - Retrospective 30 juin - 30 octobre, avecLes invités de M'an JeanneCentre Regional d'Art ContemporainQuadro "Devoções Populares", página 12França2002   

Lista de Contatos

Entre em contato

Lista de Sites relacionados

Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo