Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » #RioMais20: II Fórum Mundial de Midia Livre acontece na UFRJ

Jornal iTEIA

15.06.2012 - 22h06

#RioMais20: II Fórum Mundial de Midia Livre acontece na UFRJ

Elizabete de Cerqueira/Núcleo e Assessoria de Imprensa da ECO/UFRJ

ampliar Divulgação

Centenas de representantes das mídias livres já estão no Rio de Janeiro para Particiar da Cúpula dos Povos da Rio+20, evento paralelo à Conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável. Trabalharão para difundir a voz dos povos reunidos na Cúpula, que em vez de falar em manejo do meio ambiente pelo poder econômico, falarão em caminhos para a justiça ambiental e social. Essas mídias terão uma agenda própria dentro da Cúpula, onde se encontrarão para realizar o II Fórum Mundial de Mídia Livre, além de cobrir as atividades e os temas da Rio+20.

Um dos temas que atravessam todos os debates é a luta da Comunicação e da Cultura como Bens Comuns

O que são as mídias livres?
Comprometidas com a luta pelo conhecimento livre e por alternativas aos modelos de comunicação monopolizados ou controlados pelo poder econômico, as mídias livres são aquelas que servem às comunidades, às lutas sociais, à cultura e à diversidade. Praticam licenças favoráveis ao uso coletivo e não são negócios de corporações. Compartilham e defendem o bem comum e a liberdade de expressão para todo mundo e não apenas para as empresas que dominam o setor. Entendem a comunicação como um direito humano e, por isso, querem mudar a comunicação no mundo.

Quem é a mídia livre?
São sites ativistas e publicações populares, rádios e tvs comunitárias, pontos de cultura (no Brasil) e muitos coletivos atuantes nas redes sociais. Também são as agências, revistas e emissoras alternativas, sem finalidade de lucro, especializadas ou voltadas a trabalhar com as pautas propostas pelos movimentos sociais, sindicais, acadêmicos ou culturais. Dentro ou fora desses espaços, também são mídia livre as pessoas – jornalistas, comunicadoras(es) e educomunicadoras(es), blogueiras(os), fazedoras(es) de vídeo, oficineiras(os) e desenvolvedores(as) de tecnologias livres que hoje constituem um movimento crescente pelo direito à comunicação.

O II Fórum Mundial de Mídia Livre
Depois de três fóruns no Brasil (Rio de Janeiro 2008, Vitória 2009 e Porto Alegre 2012), dois encontros preparatórios no Norte da África (Marrakesh 2011 e Tunis 2012), uma edição mundial (Belém 2009) e uma Assembléia de Convergência no Fórum Social Mundial (Dacar,2011), a mídia livre vai aos poucos construindo suas agendas, regionais e globais, que terão um avanço importante no Rio de Janeiro, com a segunda edição mundial.

DIA 16 (sábado)

9h abertura – Auditório Pedro Calmon
O II Fórum Mundial de Mídia Livre e a Rio+20: A luta da comunicação e da cultura como bens comuns

11h – Painéis simultâneos
Eixo 1 – Direito à Comunicação – Auditório Pedro Calmon
Temas em debate: acesso à informação; liberdade de expressão; liberdade na internet; agressões a jornalistas; criminalização da mídia livre; conglomerados mundiais de comunicação e o discurso hegemônico sobre desenvolvimento

Eixo 2 – Apropriação Tecnológica – Auditório CPM
Temas em debate: novos modelos organizacionais e econômicos; protocolos livres; liberdade de internet; espectro livre e tecnologia digital (rádio e TV digital); formação para apropriação tecnológica

13h – Almoço

14h – Painel Eixo 3 – Políticas Públicas – Auditório Pedro Calmon
Temas em debate: comunicação e democracia; marcos regulatórios; padrões internacionais e boas práticas de regulação; sistema público de comunicação; rádios comunitárias; rádios livres; sustentabilidade das mídias livres

16h – 18h Atividades autogestionadas
Oficina de Vídeo em Celular – Cinema Nosso – Laboratório TV (CPM)
Imagem da Mulher na Mídia – Coletivo de Mulheres Ana Montenegro – Sala 202 (Módulo)

Protocolos para as redes livres II – Alquimídia, Soylocoporti e Coredem – Sala 203 (Módulo)

Oficina Inclusiva – Escola de Gente – Sala Pontão (CPM)
Partilhando informação, rede de intercâmbio e mídias livres: como colocá-los ao serviço das resistências e da transição? – Coredem, Ritimo, Ejoussour, Bastamag, Foro China Europa – Sala 2 (Módulo)

Oficina de rádio Maluco Beleza – Saúde mental e comunicação – Sala 1 (Módulo)
Espectro Aberto e Radio/TV Livre – Rádio Muda – Sala 108 (Palácio Universitário)
O impacto da mídia livre nas lutas sociais e criminalização da pobreza – Sala 201 (Módulo)

De todo canto pra todo canto: Rádio Muzaiko, uma nova rádio comunitária internacional via internet – Laboratório de Rádio (CPM)
O Poder da Imagem – Reflexões sobre Fotografia e Documentario + Exposição Revolver (v.t. 1. Agitar em vários sentidos; agitar. 2. Examinar cuidadosamente. 3. Revirar.) – Auditório CPM

Democratizar a comunicação para o Bem Viver – ALAI, ALER, Minga, Barao de Itararé e Enlace de Medios para la Democratización de la Comunicación – Auditório Pedro Calmon

18h – 20h Exibição de vídeos – Auditório CPM
Cúpula do Rio – Imagens e pensamentos da juventude carioca / Simone Colucci / 3min
Trailler do Documentário Carioquinhas da Gema / Simone Colucci/ 3min
O petróleo tem que ser nosso – Última Fronteira/ Rafael Duarte/ 15min
Usar o anarquismo/ Arquivo Nacional/ 8min
Vozes do Clima/ Augustin Kammerath / 18min
Witess no Rio/ Augustin Kammerath / 5min
É tudo mentira/ Augustin Kammerath / 12min
Território de Sacrifício ao Deus do Capital – O Caso da Ilha da Madeira/ Silvio Cesar Alves Rodrigues / 20min


DIA 17 (DOMINGO)

9h – Painéis simultâneos
Eixo 4 – Movimentos Sociais – Auditório Pedro Calmon
Temas em debate: Produção de conteúdo e informação pela sociedade civil (incluindo o debate sobre a disputa de valores em torno do desenvolvimento sustentável); as lutas nas redes e nas ruas e o ativismo global; como aumentar o impacto da mídia livre nas lutas sociais; sinergia entre plataformas regionais de informação; troca de experiências e iniciativas; os midialivristas e o processo do Fórum Social Mundial
Mulher, mídia e bens comuns – Auditório CPM

Temas em debate: invisibilidade e exclusão da história das mulheres; liberdade de expressão e negação da memória; lutas das mulheres nas redes sociais; das Marchas das Vadias às denúncias de discriminação das mulheres na Primavera Árabe; produção de conteúdo pelo direito à igualdade e diversidade de gênero e raça na rede; regulação de mídia e a questão da representação da imagem da mulher; o potencial de impacto desse debate nas redes sociais.

10h30 – Plenária Geral – Auditório Pedro Calmon
Organização de estratégias e encaminhamento de propostas para a Plenária de Convergência da Cúpula dos Povos sobre Bens Comuns

14h – 16h Atividades autogestionadas
TV social na web – Instituto Imagem Viva Zora Midia – Laboratório de TV (CPM)
Mulheres de expressão – Mulheres se adaptando às mudanças climáticas – Artigo 19, Sabiá, Vitae Civilis, Rádio Z FM Unicomlivre – Sala 202 (Módulo)
Sobrevivência dos jornalistas e da liberdade de informação – Sala 203 (Módulo)
Oficina de Educomunicação – Conselho Nacional de Juventude, Rejuma, Viração, Reju, Instituto Raízes da Tradição, Cuca UNE, Rede Fale, REJOC – Sala Pontão (CPM)
Por uma outra política – Apresentação do Partido Pirata do Brasil – Sala 2 (Módulo)
Espacios compartidos de Medios de comunicación alternativos – Asociación de cabildos indígenas del norte del cauca (Colombia) – Sala 1 (Módulo)
Mídia e Favela: comunicação e democracia da perspectiva dos espaços populares urbanos – Observatório de Favelas – Sala 108 (Palácio Universitário)
Vozes Silenciadas: debate acerca da cobertura da mídia sobre o MST – Intervozes –

Sala 201 (Módulo)
Hiperrealidade, manipulação política e fabricação do (con) senso comum: contribuição filosófica ao debate sobre mídia livre e justiça social – Laboratório de Rádio (CPM)
Roda de conversa: Comunicação e Cultura, novas perspectivas no MinC para a agenda da Comunicação – Auditório CPM

Fóruns Sociais Locais. O Mundo, a praça e o diálogo – Rede de Facilitadores de Fóruns Locais do Brasil e da França – Auditório Pedro Calmon

16h – 18h Atividades autogestionadas
Oficina de Acervos Digitais – Fórum dos Pontos de Cultura da BA, Condomínio do Empreendedor Cultural, Pontão de Cultura Digital Iteia, Instituto Intercidadania, CDC – Laboratório de TV (CPM)

Roda de conversa- Internet,sociedade e democracia: O uso das redes sociais como instrumento de resistência e representação dos movimentos de mulheres – Sala 202 (Módulo)

Laboratório de Traduções Interculturais – Instituto Imersão Latina, Soylocoporti, Ciranda

– Sala 203 (Módulo)
Oficina de cartazes minimalistas – Sala Pontão (CPM)
A TV dos Trabalhadores – Sindipetro-RJ, CUT-RJ, Núcleo Piratininga de Comunicação – Sala 2 (Módulo)
A Influência do Marketing Político e da Mídia Televisiva no Processo Eleitoral Brasileiro – Universidade Federal de Pelotas, Fundação Simon Bolivar, UNE – Sala 1 (Módulo)
Reunião rumo ao Fórum Social Mundial Palestina Livre – Alternative Information Center, Ciranda, Comitê Brasileiro e Comitê Palestino – Sala 108 (Palácio Universitário)
Recursos cinematográficos e movimentos sociais: debate e mini-curso – Sala 201 (Módulo)

Pocket Eu sou negão: mídia comunitária impressa, identidade e enfrentamento do racismo – Instituto Comvida (Camaçari-BA) – Laboratório de Rádio (CPM)
Construção da estratégia Redes em Rede para a inclusão socioprodutiva: desafios de uma nova economia com Tecnologia Social – Revista Fórum, Fora do Eixo, Fundação Banco do Brasil – Auditório CPM

4º Encontro Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadores – Viração, UNICEF, Agência Jovem de Notícias, FES, Centro de Competencia en Comunicacion para America Latina e Outras Palavras – Auditório Pedro Calmon

18h – 20h Exibição de vídeos – Auditório CPM
Oscar Niemeyer: O construtor de sonhos / Délcio Marinho / 30min
Tambores e metais: é hora de verdejar / Arquivo Nacional/ 12min
O Paço de Madureira/ Arquivo Nacional/ 12min
Documentário do Fórum de Crianças e Adolescentes em Situação de Rua (Fórum de Meninos/as) / Márcia Gatto/ 20min
Recolher não é Acolher – É BARBÁRIE!/ Recolhimento Nunca Mais/ 5h25
Nos Caminhos do Lixo (as catadoras de Jacutinga)/ Eunice Gutman/ 29min

INSCRIÇÕES

As inscrições serão feitas diretamente nos locais:

Auditório Pedro Calmon do Forum de Ciência e Cultura da UFRJ
Auditório da CPM da ECO/UFRJ

Campus da UFRJ na Praia Vermelha

Como chegar: http://medias-libres.rio20.net/pt-br/como-chegar-ao-fmml/


O II Fórum Mundial de Mídia Livre se organizará através de painéis, desconferências (debates livres), oficinas e plenárias previstos para o Rio de Janeiro. Participe!

Publicado por: João Paulo Seixas em 15.06.2012 às 22h25
Tags: rio de janeiro, jornal iteia, mídia livre, rio20
Canais: RIO+20

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo