Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Barbatuques faz show pela primeira vez em Nova York

Jornal iTEIA

11.08.2010 - 14h42

Barbatuques faz show pela primeira vez em Nova York

O grupo brasileiro referência em percussão corporal se apresenta no Lincoln Center

Tatiana Pugliesi

ampliar manolo

O grupo Barbatuques vem construindo uma grande história como grupo artístico e levando o nome do Brasil a diversos eventos importantes no exterior. Participa agora (12/8), em Nova York, do International Body Music Festival, uma grande mostra da música mais antiga do planeta: a percussão corporal. “A música que pode ser vista e a dança que pode ser ouvida”.

Os brasileiros, considerados referência mundial na modalidade, se apresentam pela terceira vez no Festival e ainda ministram oficinas sobre o tema. O evento deve reunir cerca de três mil pessoas no Lincoln Center e pela primeira vez será na cidade de Nova York, as demais edições do Festival aconteceram em São Francisco. Idealizado pelo pioneiro, Keith Terry, que realiza o evento com sua organização, a “Crosspulse” da Califórnia, em conjunto com a produtora Trouble Worldwide.

O Barbatuques apresentará sua linguagem artística singular: seus integrantes formam uma verdadeira orquestra corporal com composições originais e versões impressionantes de ritmos brasileiros como samba, baião e maracatu. Fundado pelo músico e pesquisador, Fernando Barba, o grupo brasileiro tem 15 anos de trajetória, dois discos lançados, um DVD e foi contemplado em 2006 pelo Prêmio TIM de Música como melhor grupo de MPB. Além dos shows, desenvolve pesquisas e oficinas para artistas, empresas, escolas, fundações culturais e ONGs. Já estiveram em diversos países como França, Espanha, Estados Unidos, Suíça, Portugal, Líbano, Rússia, Senegal e Colômbia.

Nesta edição do IBMF será apresentada a junção inédita do grupo brasileiro com os norte-americanos da Slammin All-Body Band, e mesmo representando diferentes estilos de música corporal pretendem encontrar paralelos para uma grande performance coletiva. O festival ainda traz nomes como as cantoras Celina Kalluk & Lucie Idlout e o mestre de hambone, Derique McGee.

Apesar de todas as atrações terem basicamente o mesmo instrumento, a expressão musical através do corpo consegue ser original, pois

Publicado por: Cais Cultura em 11.08.2010 às 14h12
Tags: barbatuques percussão corporal lincoln center nova
Canais: Música

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo