Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Ainda existem vagas para as oficinas do Circuito Interações Estéticas (PE)

Jornal iTEIA

08.11.2010 - 15h26

Ainda existem vagas para as oficinas do Circuito Interações Estéticas (PE)

Evento de arte e cultura promovido pelo MinC, Funarte e UFPE, segue nesta terça com série de atividades culturais.

Michelle Assumpção - Jornal iTeia

ampliar Internet CC

O Circuito Interações Estéticas continua nesta terça-feira levando cultura e informação – através de ações que envolvem Pontos de Cultura e artistas – para o Centro de Convenções da UFPE (Recife). Nesta terça-feira começam as oficinas do programa. Ainda há vagas para as turmas de Pinhole – Trabalhando o Olhar (desenvolvido pelo Ponto de Cultura Tivi no Morro, de Minas Gerais) e Desenho em Quadrinhos (oferecido pelo Ponto Ação Cultural do Gama, do Distrito Federal). Após mesas de debate sobre dança e sobre o próprio Circuito Interações Estéticas, o público poderá apreciar a mostra Cine Teatro Brasil, cujo objetivo é destacar produções ligadas à cena do teatro contemporâneo brasileiro. Algumas sessões serão seguidas de palestra com convidados.

Na sala Concriz do Centro de Convenções da UFPE, às 16h30, será exibido o longa Flávio Rangel – O teatro na palma da mão, de Paola Prestes. O filme é uma cinebiografia sobre um dos mais importantes diretores do teatro brasileiro. Com Antunes Filho, Antônio Abujamra, José Renato e José Celso, Flávio formou a primeira geração de diretores a pesquisar e realizar espetáculos genuinamente brasileiros. Dirigiu mais de 50 peças, como O pagador de promessas e Liberdade, liberdade.

O Pontão da Eco, do Rio de Janeiro, apresenta às 17h a intervenção urbana Série Pode (concerto para GPS e Notebooks). A proposta, dos artistas Daniel Castanheira, Ericson Pires, Ricardo Cuts e o programador Leonardo Póvoa, é construir um amplo mosaico tecnológico, com samplers, sensores, baterias eletrônicas, rádios UHF e todo aparelho eletrônico capaz de produzir som.

Os espetáculos da noite têm início às 19h, com a peça Fronteiras, o dia em que o boi enfrentou o Papangu. A apresentação será no Lago do Cavouco. O espetáculo, do Ponto de Cultura Cuca, de Campina Grande, foi inspirado na realidade social e na história do bairro de Pedregal, na periferia de Campina Grande (PB). Às 21h, tem início o espetáculo Cavalo-marinho Boi Brasileiro, com o mestre Luiz Paixão. O encerramento será com uma sambada promovida pelo ponto de Cultura Coco de Umbigada, da coquista Beth de Oxum. O repertório é composto por músicas autorais e do cancioneiro popular.

O Circuito Interações Estéticas é uma ação da Secretaria de Cidadania Cultural do MinC, em parceria com a Funarte e Universidade Federal de Pernambuco. O objetivo do evento, que já passou por São Paulo e, do Recife, segue para Belo Horizonte e Rio de Janeiro é formar uma rede social entre artistas e Pontos de Cultura. Os projetos que compõe a grade de programação foram selecionados pelo edital Prêmio Interações Estéticas.

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo